Desequilibrio

Depois de muito tempo sem postar, volto aqui para dizer o quanto ando desequilibrado. Depois que me mudei de cidade, minha rotina mudou, fui deixando as coisas de lado e a cada vez mais fui ficando vagabundo, no lado nutricional e físico.

Voltei a ter rotina que eu tinha antes, só que um pouco pior. Eu ainda continuo dormindo tarde, mas acordo as 5 da manhã, durmo as 5:40 em um ônibus e acordo as 7:00 novamente. No começo foi tranquilo, tirei de letra, mas com o passar do tempo eu fui exagerando na alimentação ruim, demorei pra voltar a me exercitar e tudo virou uma desculpa de não ter mais tempo.

Chego em casa por volta das 20:30, no começo eu ainda ia pra academia, mas essas idas começaram a diminuir, na volta da academia eu ainda precisava fazer a janta, porque em casa todo mundo está acostumado a comer pão ou até arroz/batata/macarrão a noite.

Com o tempo, isso foi se desgastando, a desculpa na minha cabeça foi crescendo e cá estou eu.

desmotivado

Já fazem mais ou menos 4 meses que eu voltei ao meu peso original antes do desafio (116kg), voltei a ser sedentário e sem objetivos, exatamente como era antes.

E mesmo sabendo de tudo isso e de tudo que passei, minha mente e meu corpo desistem fácil. Eu começo a me alimentar melhor, ao passar de 1 semana eu já desisto de tudo e volta o ciclo novamente, em um efeito sanfona animal.

Não vim aqui contar partes boas, eu ainda não me toquei completamente, eu ainda estou dominado pelas desculpas, sem vontade de fazer alguma coisa pra mudar.

Eu achei que era sabia de tudo, que quando eu quisesse eu voltava a ficar com o corpo saudável, mas isso foi me dominando e agora estou perdido novamente. Estou sem saco para aparecer os resultados, fico tentando milagres rápidos e logo vejo que não tem retorno, desisto.

Minha maior inspiração está sendo meu blog novamente, ver fotos que eu tirei e me inspirar nas coisas que escrevi.

Espero trazer notícias boas!

Um abraço a todos!

Advertisements

2 pensamentos sobre “Desequilibrio

  1. Grande!
    Se tem uma coisa q eu vejo como qualidade é a sinceridade da pessoa. E isso vc tem de sobra meu velho!
    Cara, na boa, todos temos nossos altos e baixos. Eu com meus ridículos 1,72 m cheguei a 90 kg! E, como sempre, quase tudo concentrado no abdominal! Eu q desde sempre fui magrelo, mas tava parecendo aquele famoso p minúsculo: braços e pernas finos com uma imensa azeitona espetada no meio do palito!
    Aí, eu nesse processo de decidir pela primeira vez na vida passar numa consulta com um endocrinologista (isso, evidente, depois de levar uma bela chamada do urologista e ter o quadro de síndrome metabólica diagnosticado), decidi seguir o caminho mais difícil, mas ainda sim, desde o início eu sabia, mais duradouro: que é mudar o estilo de vida. Numa sentença: tomar as rédeas da vida, ao contrário de só tomar subtramina ou qq outra coisa parecida.
    Sem atalhos, esse era e ainda é o meu lema!
    Mas tava difícil demais sair das minhas promessas de um dia começar a praticar as tais caminhadas leves (preguiçosas na verdade) e ir pra algo mais sério q me ajudasse a continuar e manter a tal dieta hipocalórica (pra mim, q sempre comi bem, sinceramente foi e tem sido a parte mais tranquila até então… O fogo era fazer exercícios).
    Foi quando um dia deste ano, quase desistindo até das já iniciadas preguiçosas caminhadas eu googlei procurando alguém normal e q não fosse patrocinado por nenhuma marca de suplementos pra ver se eu, me espelhando, conseguia pegar ritmo. Moral da história, acabei caindo no teu blog.
    Meu! Q energia boa! Q ânimo!
    Principalmente pq não tinha só história de sucesso, tinham ali expressas tbm as suas pequenas desistências; a luta pra sair do inglês ou do trabalho e ir malhar… Assim, eu vi q (ainda q com muita diferença de idade e biotipo) tava ali o relato de um cara imerso num processo humano, ou seja: q não escondia as vezes em q tbm se sentia preguiçoso, ou mesmo sinceramente mal e culpado por não ter cumprido o q prometera pra si mesmo…
    Assim – e isso deve ocorrer direto neste louco mundo virtual – eu te digo q peguei aqui no blog a motivação não só pra me matricular na academia, mas tbm pra continuar lá! E isso depois de uma vida de 45 anos de puro, puríssimo sedentarismo regado a álcool e cigarros…
    Aí cara, eu peguei firme não só na dieta mas, principalmente, na motivação de, depois de 45 anos sem nunca ter praticado esporte nenhum, comprar um tênis e entrar numa academia,pequena e modesta, mas q eu posso pagar e não tem ninguém q vai só pra se exibir. Não, não busco modas, busco saúde!
    Meu! Considerando a diferença de idade, e considerando q minha busca por resultados rápidos nunca ter sido tão feroz em mim qto eu lia no teu blog, pra mim é evidente q essa minha nova vida foi construída com base tbm nas tuas dicas e posts, q, digo de novo, muito me ajudaram a perder até aqui estes quase 20 kg. Pois é, tá chegando a meta dos 70,3 kg estipulada pelo médico…
    E eu sei q o pior vem vindo q vai ser encarar o desafio da manutenção do peso e do ganho de massa magra: pra mim, o maior de todos, pelo menos assim eu sinto pq não quero atalhos…
    Bom, de qq forma, ter voltado pro número 40 e pras minhas camisas 3 (depois de um longo tempo tendo q comprar 4 ou 5 por causa da pança só pra ter certeza q a camisa fechava!), já me deu um “up” inimaginável… Tudo melhoro, até o casamento de mais de 20 anos!
    Cara, eu sempre fui magrelo, fumei até os quase quarenta e, nos últimos anos, tava barrigudíssimo (103 cm só de abdominal!). E o pior, tava achando q isso e todos os problemas q acompanham uma vida sedentária e com má-alimentação era, tipo, normal! Pô, normal o cacete! Normal é ser saudável! Lembro q o Mick Jagger qdo esteve naquele show de final de ano no RJ, disse: “Se eu soubesse q exercício faz tão bem, tinha começado antes…”. Eu na minha simplicidade – q tô a galáxias de distância ser um dos Stones – digo o mesmo hj.
    Então, se isso serve pra te motivar a voltar a ser mais saudável novamente saiba q, mesmo sem te cobrar nada (pq não temos esse direito), saber q vc é um cara normal e q tbm está se esforçou e está se esforçando não só me ajudou e ainda ajuda muito nessa história toda de manter o foco de q mudar de vida e ganhar saúde é mais importante do q apenas perder peso no abdominal. E q é uma busca q será pra sempre, pois ela me manterá vivo e não apenas sobrevivendo…
    Pq então, alguns podem questionar, acontecem estas m*s da gente desanimar no meio do caminho?
    Ora, fora a questão da mudança de rotina – q mexe com qq um, vc sabe -, tvz, se vc me permite, pra mim funcionou colocar na cabeça q um ritmo q eu conseguiria manter era aquele mais parecido com o lema dos AA (pois é, eu meio q entrei de cabeça nessa qdo entendi desse jeito, pois senão eu me conheço e no primeiro pedaço de pizza ia mandar tudo embora).
    Assim, eu vivo na academia e na dieta um dia de cada vez, conquistando uma grama e uma vitória a cada dia (passar, p.ex., dos iniciais exercicios sem peso nenhum no supino, só com a barra, pra agora estar com 10 kg de cada lado, pra mim é espetacular! Meus colegas de escritório acham a maior babaquice, mas pra mim é muito legal!)
    Nesse sentido, tvz esse lema possa tbm te ajudar não só na retomada, mas na continuidade de um novo estilo de vida.
    Sim!, vc consegue e já transmitiu isso pra gente!
    Vc deve conhecer, evidente, até nem sei se foi ou não vc q indicou a leitura, mas a lucidez do q está escrito em http://www.aprendaemagrecer.com/como-perder-peso.html me ajudou muito tbm nesse processo. Tipo pq meio q desmistificou o lance do emagrecimento no meu cérebro e quebrou de vez com velhos preconceitos de q esse negócio de dieta e exercício não era pra mim e nunca seria.
    Um dia de cada vez, cara…
    Pra finalizar, justifico q tomei coragem de te incomodar e mandar este comentário (q ficou longo, desculpa aí), não só pra te dar uma força por tudo o q teus escritos já me ajudaram até aqui, mas tbm pra testemunhar q é possível sim, e q não, vc não deve se sentir fracassado, cara!
    Todos temos fases! Eu nem tinha um tênis, apenas sapatênis, além de terno e gravata pra trabalhar (sou advogado). E depois de uma drástica mudança de emprego, unida a ter q voltar a estudar numa pós bem disputada e, ao final, encarar a redação da monografia, vi q a gente pode sim rapidinho sair do 40 folgado pra um 42 apertado e depois, sem achar q isso não é natural, ir pro 44 e pro 46… E tudo em menos de 36 meses!
    Fases, sim. Destino, não!
    Cara! É apenas retomar o rumo e seguir, seguir…
    Tvz com mais algumas cautelas – q vc deve saber melhor quais devem ser as tuas e q por causa de idade e biotipo devem ser particularizadas pra vc (na boa, eu sempre acreditei q cada corcunda sabe pra q lado deve deitar…).
    E tbm tvz – bom, pelo menos pra mim tem funcionado -, estabelecer sim o compromisso e a garra (q vc sempre passou pra gente), mas sem cair na neura dos resultados rápidos, ainda q estes – os resultados – é verdade, nos motivem na caminhada.
    É q na minha idade eu já meio q aprendi a curtir a viagem e não apenas querer chegar logo no destino…
    Se isso tudo q escrevi te servir de alguma coisa, camarada, já fico feliz.
    Por fim, vc pode até achar estranho um tiozinho advogado assim como eu ler teu blog e ficar fã, mas eu acredito q mesmo com essa diferença – tez abissal de princípios em relação aos resultados – é importante pra mim q vc soubesse a importância q os teus relatos tiveram e ainda têm na minha nova rotina de uns meses pra cá, onde decidi mudar de vida, aliando dieta (não, eu tbm era mais um dos milhões q nunca comeu salada na vida), abandonar a coca-cola, o Mac e ir pros exercícios de segunda a sexta.
    Tudo, contudo, num ritmo q vem respeitando meus limites, ainda q sempre entendendo q eles, os limites, podem e devem as vezes ser ampliados.
    Fica registrada aqui, então, minha tímida trajetória da qual, eu gostaria de repetir, vc e seu blog fazem parte!
    Força sempre meu! E obrigado mais uma vez pela tua sinceridade e coragem!
    Abs,
    Ricardo.

    • Fala Ricardo, agradeço o carinho e todas as palavras descritas aqui em cima! Eu acreditava que ninguém lia direito meus posts e que não tinha tocado algumas pessoas. Ainda mais depois desse longo tempo sem postar. Fico feliz em saber que ajudei você de alguma forma e com certeza com essas palavras já está retribuindo a ajuda a mim. Como você disse sou uma pessoa normal e vou buscar sim o meu melhor resultado.

      Obrigado por me motivar!
      Um grande abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s