Tocar guitarra e levantamento de peso

Em uma conversa com o amigo Marcelo que também está treinando o método StrongLifts 5×5, discutimos o porque é tão bacana treinar esse método e no final acabei fazendo uma analogia como o de tocar uma guitarra. Calma eu vou tentar explicar.

Aprenda as notas musicais

É sempre complicado começar do zero em alguma coisa, você não quer passar por todas as etapas de aprendizado, quer logo ver algum resultado final, como tocar um instrumento, você quer tocar uma música, seja ela simples ou complicada, mas quer tocar uma música, não quer só ficar treinando velocidade, não quero só treinar os acordes, eu quero já ir pro solo!

Em todas as academias que eu me matriculei foi sempre a mesma história, toma aqui essa ficha de treino com uns 30 exercícios e faz aí. Quando se passa 1 mês e você está acostumando com alguns exercícios, troca ai parceiro, toma mais esses 30 exercícios. E eu nunca me aprofundei em nenhum deles.

É como começar a tocar guitarra e o professor já te passar 30 músicas pra aprender, com dedilhado, solo, distorções e etc. “Vai fazendo aí, me peça ajuda se precisar”. Cada dia da semana você vai treinar uma música diferente com várias técnicas diferentes.

Na minha opinião é melhor aprender as notas musicais primeiro, depois encaixando outras técnicas, até que finalmente você vai aprendendo as músicas por completo, vai entender o que cada parte da música quer dizer, vai conseguir improvisar e ter uma real noção por toda a bagagem que você já adquiriu com os treinos de base.

solando

Construa sua base

Estou considerando o método StrongLifts a base para se treinar, com esse método você se foca em apenas alguns exercícios, se foca na progressão de carga, treina o corpo todo,  se concentra mais aumentando sua técnica de uma forma incrível em todos eles.

Não acho que treinar isolado, 5x por semana, 30 tipos de exercícios é uma forma não efetiva de treinar. Eu acredito que antes disso você tem que treinar e entender o básico,  focar em apenas alguns exercícios completos que vão te ajudar a treinar o corpo inteiro, aprimorar a técnica e então você vai estar pronto para avançar cada vez mais. Depois de uma base sólida, você pode começar a encaixar exercícios isolados, métodos diferentes, sempre visando um objetivo, alinhando sempre o treino com dieta e descanso. Sem esses 3 aliados, nenhum método vai ser eficiente pra nada.

Acredito que antes de você começar a treinar supino inclinado, declinado, com halteres, no smith, você no mínimo deveria saber fazer um bom “Supino reto básico”.

supino-reto

 

Abraços!